fbpx
O que você deve saber sobre marketing de conteúdo

Você está exausto do tanto que falam sobre o Marketing de Conteúdo e não sabe exatamente do que se trata? Seus amigos falam que ter um blog é o caminho para ganhar dinheiro através da internet?

São tantas histórias, cada um tem uma opinião a respeito e você se sente perdido e um tanto quanto desconfiado com tudo o que estão falando por ai? 

Deixe a preocupação de lado, encontramos uma maneira super fácil para explicar a você o que é Marketing de Conteúdo, área que cresce todos os dias e que é tão importante nas estratégias de Inbound Marketing de empresas de todos os portes.

Sim, por menor que o seu negócio seja, você pode ser um gerador de conteúdos relevantes para o seu nicho de mercado e educar sua audiência para que a médio prazo virem clientes seus.

Continue lendo, pois você também aprenderá os 6 gatilhos mentais das estratégias de marketing digital.

Afinal, o que é Marketing de Conteúdo?

Pronto, o marketing de conteúdo é o conjunto de estratégias de marketing com o objetivo de engajar sua audiência, conquistar novos seguidores e aumentar sua rede de clientes

Isso acontece através da criação de conteúdo relevante e que atraia seu público, esse conteúdo tem que gerar valor  e assim criar uma visão positiva da sua marca, para que gradativamente isso transforme-se em vendas.

Os 3 pilares do marketing de conteúdo

  1. Entender o Cliente – É preciso entender qual a necessidade do seu público e qual seu interesse e assim, saber como ajudá-lo. Na metodologia de vendas PUCCKA, a necessidade é igual a dor (Pain) e a força de vendas é a responsável por identificar e apontar ao departamento de marketing para que esse produza conteúdos que vençam as objeções ;
  2. Produzir Conteúdo – Um público bem informado sabe exatamente o que está procurando. Produzir conteúdos que eduquem e resolvam os problemas do público-alvo, faz com que eles confiem na empresa e gera autoridade. Ter bons conteúdos ajuda a equipe de vendas que utiliza Inside Sales (Departamento de vendas interna);
  3. Promover Conteúdo – A empresa deve descobrir onde estão seus clientes e levar informações até eles. Criando autoridade e visão de marca.

Os 4 Principais Papéis de um Profissional de Marketing de Conteúdo

Existem alguns objetivos principais que o profissional precisa alcançar para que o seu trabalho seja considerado eficaz.

  • Criar uma visão positiva da marca.

Com aumento do uso da internet para a compra de produtos e serviços, as pessoas estão no controle do tipo de informações que recebem e como as recebem.

Esse controle deixou de ser exclusividade das grandes companhias e conhecer os hábitos de consumo do seu público-alvo é extremamente importante para o atingir o sucesso. Nesse cenário, relativamente novo, é imprescindível que as marcas tenham uma boa reputação e um bom relacionamento com seus clientes.

Ter uma visão positiva é um fator determinante para a tomada de decisão desses clientes. Uma empresa que compartilha conteúdos de valor com seu público-alvo cria autoridade sobre esse público.

  • Gerar leads

Lead é um termo usado no marketing digital para identificar visitantes que fazem um pré-cadastro em um site/blog ou entram em contato com uma empresa, através de telefone, ou chat buscando informações sobre determinado produto e são consideradas potenciais clientes. Assim, a geração de leads é extremamente importante para o sucesso de uma empresa de marketing digital.

Um lead pode ser gerado de várias maneiras, mas o modo mais comum é através de e-mail marketing, informações enviadas a contatos opt-in sobre promoções, ofertas e conteúdos exclusivos. O lead é gerado no momento em que a empresa captura dados importantes do cliente em potencial, geralmente: Nome, E-mail e Telefone.

  • Reter clientes

Através de estratégias de marketing digital é possível identificar o nível de interesse de cada cliente em determinado produto e assim entender a necessidade desse cliente, cria-se conteúdos para que se promova esse produto.

Um cliente que teve interesse no serviço de uma empresa no passado, mas que não concluiu a compra pode ser resgatado. Neste caso, a empresa deve focar em convencer esse cliente que pode sim, solucionar o seu problema e isso pode ser feito através de materiais mais aprofundados.

  • Suporte a equipe de vendas

A equipe de vendas precisa entender em que estágio a lead se encontra dentro do processo de compra para atender cada lead de acordo com a sua necessidade.

O profissional de marketing de conteúdo é responsável por esquentar essa lead, em um processo de educação, onde deve ensinar o lead a compreender o seu próprio problema e entender que precisa de uma solução.

Estratégias mais utilizadas para fazer marketing de conteúdo:

  1. Postagens em blogs/Sites: Como já dito antes, compartilhar conteúdo e abrir espaços para um relacionamento entre marca e consumidor é um ponto chave no marketing de conteúdo e o blog é uma ferramenta muito importante nesse processo. Com blogs ativos, empresas tem conseguido se tornar referência de mercado, aumentar sua reputação e conquistar clientes que acreditam em suas soluções;
  2. Mídias sociais: As mídias sociais, atualmente, são os principais canais de relacionamento entre marcas e clientes. A agilidade da viralização de conteúdos na rede é um grande atrativo para empresas que buscam essa interação com seu público. As redes sociais têm um grande alcance e geram o compartilhamento espontâneo através de seus usuários. Isso aumenta a credibilidade de um serviço, já que as pessoas, de maneira geral, valorizam muito a ‘indicação’ de um amigo no processo de tomada de decisão de compra. Tudo isso, aliado a rapidez com que uma empresa pode receber um feedback de seus seguidores, contornar situações embaraçosas e diminuir qualquer barreira que exista entre a marca e o usuário, são alguns dos muitos benefícios para empresas com perfis em mídias sociais;
  3. Materiais Exclusivos: Disponibilizar materiais exclusivos, compartilhando conhecimento é de fato o diferencial do marketing de conteúdo, veja algumas maneiras de como isso pode ser feito;
  4. E-books: é um livro em formato digital e pode ser uma versão digital de um livro impresso, ou uma versão original com conteúdo exclusivo. É disponibilizado gratuitamente aos visitantes de um site ou blog, através de downloads, desde que esse visitante deixe suas informações de contato, gerando assim um lead;
  5. Disponibilização de White Paper: É parecido com o E-book, porém mais curto e com conteúdo mais aprofundado. Em um webinar, uma empresa pode resgatar conteúdos antigos, já usados em seu blog de maneira mais detalhada. O White Paper deve ser usado em estratégias mais avançadas do marketing de conteúdo. Com leads mais antigos, que receberam conteúdo anteriormente, mas com menos foco, esquentando  um lead;
  6. Utilização de Webinar: São seminários em vídeos, trata-se de um novo canal e tem sido usado com muita frequência por muitas empresas como uma nova ferramenta de entrega de conteúdo. É um canal de amplo alcance, flexível,permitindo diversas possibilidades de interatividade;
  7. Criação de templates: Templates são modelos pré-prontos de ferramentas utilizadas para a geração de leads. Como por exemplo: modelos de e-mail marketing, blogs, formulários, planilhas, e-books e muitas outras. São modelos que facilitam o trabalho de uma empresa que já trabalha com essas ferramentas, mas que querem ganhar tempo. Além da economia de tempo, os templates tem qualidade aprovada e comprovada e reduz os custos da empresa.

6 Gatilhos Mentais e as Conclusões Sobre Marketing de Conteúdo

Os gatilhos mentais podem ser ativados a partir do momento que sua audiência está exposta a conteúdos que possuem relevância para o seu segmento. Os 6 principais gatilhos são:

  1. Autoridade: A partir do momento que você identifica e soluciona o problema de uma pessoa, sem custo algum, você se torna uma autoridade no assunto para ela;
  2. Reciprocidade: Assim que você solucionar o problema, essa pessoa começará a te indicar para outras pessoas como forma de expressar gratidão;
  3. Comunidade: As pessoas sentem reciprocidade e acabam fazendo favores sem ao menos você pedir, participando e interagindo com a comunidade de pessoas que você ajudou falando sobre os resultados que conseguiram com a sua ajuda;
  4. Conversa: É o quarto gatilho formado após a comunidade e a interação e geração de conteúdo pelas pessoas que foram ajudadas;
  5. Antecipação: Quando você trás a tona a comunidade de que existem outras maneiras de sanar o problema e que tem algo a mais para contar a eles. É o momento que você toca o sentimento das pessoas e quer colocar elas em contato com a situação almejada no futuro através de uma simulação no presente;
  6. Escassez: Fatos que trazem a tona uma oferta limitada e que tem o fim definido em X tempo.

Através dos gatilhos é possível observar todo o ciclo em que o marketing de conteúdo está inserido e sua importância, não só na relevância quanto no engajamento, trazendo maiores resultados não só na conversão de vendas quanto na imagem de sua marca em si, que se tornará cada vez mais importantes para seus clientes.

Agora você está preparado para arregaçar as mangas e traçar uma estratégia de marketing de conteúdo. Prepare-a com amor a causa e encantará sua audiência mostrando sua afinidade com as necessidades deles.

Toda estratégia de conteúdo deve ser seguida do acompanhamento de métricas para que seja possível mensurar o ROI (retorno sobre investimento).

Amamos o Marketing de Conteúdo por ser uma estratégia responsável por criar um clima favorável a disseminação de conhecimento, captação de novos negócios e de criação de afinidade com nosso público alvo.

Para fazer sucesso é preciso fazer sentido!

Gostou do nosso artigo? Queremos pedir um pequeno favor! Compartilhem com seus contatos, pois a sua dor, que já foi a nossa, pode ser a mesma dor que eles estão passando nesse momento!

Turbine suas vendas com a learne

Related Post

Deixe um comentário

Learne © 2019 – Todos os direitos reservados.