QUER RECEBER CONTEÚDO EXCLUSIVO E GRATUITO "OS 6 PRINCIPAIS NUTRIENTES"?​

* Não vamos distribuir seu e-mail

Dores Crônicas: o que são e como surgem

Você já sentiu um incômodo tão grande devido à dores, que deixou de fazer alguma de suas tarefas diárias mais comuns?

Essas dores eram persistentes? Elas continuaram atrapalhando a sua rotina, mesmo após algumas semanas?

Se você respondeu sim para alguma dessas perguntas, pode estar sofrendo de dores crônicas.

Aprenda mais sobre essa condição, que afeta cerca de um terço da população, aqui com a Learne Saúde.

Dor aguda e dor crônica – Qual a diferença?

De acordo com a Associação Internacional para o Estudo da Dor (IASP), a dor é definida como “uma experiência sensitiva e emocional desagradável, associada a dano real ou potencial de tecidos ou descrita em termos de tal dano”.

Nesse sentido, a Dra. Juliana Barcellos de Souza, membro da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SBED) e ligada ao Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), enfatiza que a dor aguda envolve a presença de uma lesão real ou acusa a possibilidade de que ocorra uma lesão, envolvendo estímulos dolorosos que chegam ao cérebro e geram a percepção da dor.

Ela aponta ainda que “a percepção da dor promove alterações comportamentais, ativa mecanismos de proteção neuroquímicos e biomecânicos, em busca de estratégias para suprimir o sinal de lesão potencial ou real. Sob este ponto de vista, a dor aguda age a favor da integridade do corpo humano.”

Isso significa que quando sentimos dor (aguda), nosso corpo ativa determinados recursos com o intuito de nos alertar para o risco que a ação que estávamos realizando representa para o corpo, já tendo causado algum ferimento ou podendo ainda nos machucar. A dor aguda tem uma função protetora e de alerta, indica que existem lesões e previne lesões adicionais, pois desencadeia reações de evitação.

A dor aguda, portanto, é a resposta fisiológica normal e previsível a um estímulo prejudicial (nocivo). Pode ser claramente localizada e a sua intensidade correlaciona-se com o estímulo, possui duração limitada e diminui com o fim da lesão ou com a cura.

Leia também Você sabia que a artrose é a doença mais incapacitante para a população idosa?

Segundo o Atlas da Saúde, de Portugal, a dor crônica pode ser definida como uma dor prolongada no tempo, normalmente com difícil identificação temporal e/ou causal, que gera sofrimento, podendo manifestar-se com várias características e gerar diversos estágios patológicos.

Deste modo, os sintomas dolorosos persistem mesmo quando não há alguma lesão nos tecidos que justifique a causa da dor. Quando a sintomatologia dolorosa permanece por mais de três meses consecutivos, ela é então classificada como dor crônica.

A Dra. Juliana Barcellos ressalta que “a dor crônica pode induzir uma cascata de sensibilidade à dor, temperatura e outros sentidos (audição, olfato); uma sequência de sentimentos de invalidez, depressão e angústia, mesmo que não haja mais sinal que justifique tal comportamento”.

Assim, nos dias atuais considera-se que a dor crônica seja consequência de alterações neurofisiológicas e não mais um sinal de lesão crônica, envolvendo fatores psicológicos e emocionais. Contudo, os mecanismos que explicam a cronificação da dor ainda são incertos.

Alguns exemplos comuns de dores crônicas são:

  • as dores lombares (lombalgias), que em cerca de 40% dos casos tem uma evolução lenta e os sintomas de dor e incapacidade persistem;
  • artrite reumatoide é também uma condição reumatológica crônica;
  • as osteoartrites, antigamente chamadas de osteoartroses e artroses, são uma condição de dor inflamatória frequentemente crônica;
  • outra doença caracterizada como doença inflamatória crônica é a fibromialgia.
 
 

Recomendado para você

Tratamento definitivo para Diabetes 


 

 

 

 Um estudo alemão mostrou que níveis altos de açúcar no sangue prejudicam a cognição e pode levar à perda de memória

Para combater o excesso de glicose no organismo, uma pesquisa inédita realizada descobriu um antídoto extraído de fruta

CLIQUE AQUI para saber mais

Conteúdos Relacionados

Receba nossos conteúdos gratuitos sobre saúde natural

Ao se cadastrar, você concorda com os nossos Termos de Política e Privacidade, incluindo o uso de cookies.

Artigos Recentes

Aprecie mais a vida​

Participe Lista VIP da Leever para ter acesso exclusivo a dicas de fitness e notícias de saúde para ajudar a aumentar sua vitalidade.

Guias de Saúde​

Planos de refeições​

Pesquisas Recentes

* As opiniões e opiniões expressas pelos colaboradores e / ou pelas análises de produtos são suas e não necessariamente da Learne Saúde…

Somos uma empresa que foco único em saúde natural, através da distribuição do nosso conhecimento compartilhamos conhecimento em saúde natural, juntamos os melhores profissionais para trazer a você o melhor da saúde vinda através da natureza.

CNPJ: 23.742.740/0001-07
Endereço: Rua: Margarida Dias D Sá Jatobá, n° 25
Bairro: Parque Jatobá (Nova Veneza)
Sumaré/SP
CEP: 13.175-644

Curta a Learne

Nossa Lista VIP